terça-feira, 24 de novembro de 2020

MIGALHAS QUENTES

Publicidade

Lava Jato

Moro reputa comprovado repasse de propinas para campanhas eleitorais

Juiz enviou ofício ao TSE sugerindo que tribunal ouça delatores.

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2016

O juiz Federal Sérgio Moro, da 13ª vara de Curitiba, afirmou ao TSE que sentença de sua autoria na Lava Jato comprova o repasse de propinas para campanhas eleitorais.

Trata-se da AP 5012331-04.2015.404.7000, que tem entre os réus João Vaccari Neto.

Sérgio Moro disse: "Por ora, é a única sentença prolatada que teve fato da espécie como objeto."

As afirmações constam em ofício (v. abaixo) do magistrado encaminhado ao TSE.

Moro recomendou à Justiça Eleitoral que ouvisse delatores do caso, como Alberto Youssef, Paulo Roberto Costa, Pedro Barusco e Ricardo Pessoa.

"Como os depoimentos abrangem diversos assuntos, seria talvez oportuno que fossem ouvidos diretamente pelo Tribunal Superior Eleitoral a fim de verificar se têm informações pertinentes ao objeto da requisição."

Sérgio Moro também indicou ao TSE no ofício denúncia do MPF (AP 5019501-27.2015.4.04.7000) na qual o parquet sustenta que "recursos de propinas no esquema criminoso da Petrobras teriam sido utilizados para doações eleitorais não-registradas".

_______________

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 15/2/2016 07:26