quinta-feira, 3 de dezembro de 2020

MIGALHAS QUENTES

Publicidade

Cargo em comissão

Advogado perde vaga em pasta de Direitos Humanos do Rio por postagens no Facebook

Em posts compartilhados, Arthur Fuks defende, entre outros, prisão perpétua para crianças e adolescentes.

quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

O advogado Arthur Fuks, nomeado para ocupar cargo de assessor na Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos, não chegou a assumir o cargo, após críticas de que a postura do causídico não condizia com o cargo comissionado.

Em sua página pessoal no Facebook, Fuks compartilhou postagens com mensagens como "sou a favor de reintegrar o bandido à sociedade. Os órgãos vão para doação, o esqueleto para a escola de medicina e o que sobrar vai para adubo".

Em outra publicação, a imagem de um menino de 12 anos condenado à prisão perpétua em outro país, com a pergunta "você gostaria de ver isso no Brasil?"; junto, o comentário de Fuks: "ia fazer uma limpa boa na pivetada".

Marielle Franco, eleita para a Câmara de Vereadores pelo PSOL, havia criticado a nomeação: "Mais uma nomeação absurda nas secretarias de Crivella: Arthur Fuks, o rapaz dos prints, foi nomeado como assessor para a Subsecretaria de Inclusão Produtiva da Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos. A nomeação chega a ser irônica. Ao falar de inclusão e reinserção de ex-presidiários, Fuks sugere que seres humanos virem adubo. Também diz que gostaria de "fazer uma limpa" em "mendigos", sugerindo que matassem pessoas em situação de rua. Que tipo de assistência social é essa? É com esse tipo de mentalidade na secretaria que a prefeitura vai cuidar das pessoas?"

  • Veja abaixo a nomeação que foi publicada no Diário Oficial:

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 18/1/2017 07:30