segunda-feira, 26 de outubro de 2020

MIGALHAS QUENTES

Publicidade

Resultado do sorteio da obra "Direito das Coisas"

segunda-feira, 11 de setembro de 2006


Sorteio de Obra


Migalhas sorteou um exemplar do livro "Direito das Coisas" (Editora Leud, 842 p.), escrito por Roberto J. Pugliese e gentilmente oferecido por pela Editora Leud. Confira a ganhadora abaixo.

Com o novo Código Civil, cujo projeto começou a tramitar no Congresso Brasileiro em 1975, tendo sido sancionado em 2002 e passando a viger em 2003, o Direito Civil brasileiro sofreu torção fundamental; no mínimo pode-se dizer que urbanizou-se, no sentido mais amplo da palavra: deixou a lógica das grandes cidades, da aglomeração de pessoas, da multiplicação das relações negociais, da perda quase que absoluta das identidades individuais: o outro não é mais um conhecido distante, residente a algumas léguas: o outro é um desconhecido próximo, que mora no apartamento ao lado, no andar abaixo ou acima, ou as milhares de pessoas que, apinhadas em edifícios, dividem o mesmo quarteirão.


Este livro objetiva apresentar lições sobre um dos segmentos do Direito Civil, à luz das condições contemporâneas brasileira e da ideologia social optada, entre tantas, por critério exclusivo do autor, de modo a propiciar ao leitor um tanto quanto a mais que outros manuais do gênero, quer no que tange a moderna visão do direito, quer no que tange, igualmente, a versão menos conservadora da propriedade e seus desmembramentos.


Obra que aborda através de 58 aulas, o Direito das Coisas e outros temas a ele relacionados, com destaque para noções elementares de Direito Agrário, Registros Públicos e Direito Notarial. Trata de Cadeiras Cativas, Time Shearing, Resort e biodireito entre outros assuntos. Está atualizado de conformidade com o Estatuto da Cidade, Codigo Civil e demais legislações recentemente aprovadas e vigentes.

Sobre o autor


-Roberto J. Pugliese: Natural de São Paulo (SP), é formado pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo - PUC-SP - em 1974, é pós-graduado e especialista em direito notarial e registros públicos pela FMU/SP em 1977; professor de direito civil - direito das coisas - da Faculdade de Direito de Joinville; foi professor de direito civil - direito das coisas - da Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas de Gurupi (TO), entre fevereiro de 1990 e dezembro de 1992 ...; foi Presidente da 2 a Subseção da OAB/TO, por dois mandatos - 1990/1994; diretor da 83 a Subseção da OAB/SP entre 1983/1989; é membro da Comissão de Defesa e Prerrogativas do Conselho Seccional da OAB/SC, para duas gestões - 2001/2004 e 2004/2007; foi Coordenador Geral do Instituto de Defesa da Cidadania e Direitos Humanos de São Francisco do Sul (SC), por três mandatos, entre 1996 e 2001; Presidente da Junta de Justiça Desportiva da Liga Francisquense de Futebol, entre 1996 e 2000; membro da Comissão de Defesa e Assistência do Conselho Seccional da OAB/SC entre 2001 e 2003; membro de consultores da Revista Acadêmica Multidisciplinar Urutágua - Centro de Documentação Maurício Tragtenberg - Universidade Estadual de Maringá (PR); assessor jurídico da Câmara Municipal de Itanhaém (SP) entre março de 1985 e abril de 1987, e da Câmara Municipal de Gurupi (TO) nos períodos entre dezembro de 1989 e abril de 1990, e abril de 1991 e março de 1992; profere palestras em seminários, congressos, conferências e fóruns na condição de professor.
________________


Ganhadora:


Rejane Galantini Antonio, de Belo Horizonte/MG

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 4/9/2006 10:29