domingo, 28 de fevereiro de 2021

MIGALHAS QUENTES

Publicidade

Novo sócio

Moraes Pitombo Advogados contrata Head de Tecnologia para nova área do escritório

Ex-Head of Litigation da Oracle, João Azeredo chega para liderar equipe dedicada aos temas de Tecnologia e Inovação no âmbito contencioso e consultivo

sexta-feira, 4 de outubro de 2019

tMoraes Pitombo Advogados anuncia a chegada do novo sócio João Azeredo para o cargo de Head de Tecnologia e Inovação. A área acaba de ser criada com o objetivo de ampliar a atuação do escritório em temas dessa natureza tanto no âmbito contencioso (judicial e administrativo) como no consultivo.

João Azeredo já havia atuado no escritório, entre 2006 e 2016, e agora está de volta para contribuir com o momento de crescimento e a nova fase da marca. Nos últimos três anos, esteve na posição de Head of Litigation na Oracle do Brasil, onde foi responsável pela área de contencioso cível, administrativo e criminal na América Latina. O advogado é graduado pela Faculdade de Direito da USP, com mestrado em Direito e Tecnologia da Informação pela Stockholm University e em Direito Civil pela Faculdade de Direito da USP.

"Estou bastante feliz em poder desenvolver uma área dedicada a temas de Tecnologia e Inovação no Moraes Pitombo Advogados, que vai ao encontro das demandas dos clientes diante do crescente papel da tecnologia na sociedade e nos negócios. O escritório tem experiência e capacidade para oferecer serviços inovadores e de qualidade, e a minha experiência atuando como advogado interno me deu uma nova perspectiva sobre as necessidades de nossos clientes", diz Azeredo.

O impacto da nova Lei Geral de Proteção de Dados, do marco civil da internet no país e a multiplicação de softwares e de agentes de inteligência artificial serão alguns dos temas da atualidade tratados na nova área do escritório.

"Nossa atuação inclui procedimentos administrativos e judiciais sobre privacidade e proteção de dados, disputas sobre implementação de software, procedimentos administrativos sobre a execução de contratos de tecnologia com o poder público, medidas para conter a distribuição de conteúdo ilícito, responsabilidade civil e procedimentos para aplicação de multa por descumprimento do marco civil, entre outros", cita o sócio.

t

 

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 4/10/2019 07:48