segunda-feira, 30 de novembro de 2020

MIGALHAS QUENTES

Publicidade

Inquérito

Moro presta depoimento neste sábado sobre acusações a Bolsonaro

Ex-ministro acusa presidente de interferir politicamente na PF. Oitiva foi marcada após Celso de Mello dar prazo de cinco dias à PF.

sábado, 2 de maio de 2020

O ex-ministro Sergio Moro presta depoimento à PF neste sábado, 2, em Curitiba, para falar sobre as acusações feitas contra o presidente Jair Bolsonaro ao sair do governo.

Ele chegou à sede da superintendência da PF por volta das 13h e passava da meia noite quando deixou o local.

t

Moro foi ouvido pela delegada Christiane Corrêa Machado, chefe do Setor de Inquéritos Especiais, e o delegado Igor Romário de Paula, diretor de Combate ao Crime Organizado. 

O PGR Augusto Aras designou os procuradores da República João Paulo Lordelo Guimarães Tavares, Antonio Morimoto e Hebert Reis Mesquita para acompanhar as diligências a serem realizadas pela Polícia Federal. 

Os arredores do prédio foram palco de protesto, a favor e contra Moro.

Intimado

A oitiva foi marcada após o ministro Celso de Mello, do STF, dar prazo de cinco dias para a realização do depoimento. Pedido de urgência foi feito por parlamentares, alegando prolongamento da crise política, e atendido pelo ministro. Prazo inicial era de 60 dias.

Moro deve detalhar as declarações dadas ao pedir demissão do ministério da Justiça e Segurança Pública, no último dia 24, momento no qual fez graves acusações ao presidente, entre elas interferência política do presidente na PF.

Em entrevista à revista Veja, Moro afirmou que tem provas para incriminar Bolsonaro e disse que as apresentaria à Justiça.

Se não provar as acusações, o ex-ministro poderá responder por denunciação caluniosa e crimes contra a honra.

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 3/5/2020 10:19