sexta-feira, 26 de fevereiro de 2021

MIGALHAS QUENTES

Publicidade

Falecimento

Morre constitucionalista Paulo Bonavides aos 95 anos

O constitucionalista foi catedrático emérito da Faculdade de Direito da UFC - Universidade Federal do Ceará. Em sua trajetória, também recebeu a medalha Rui Barbosa, a mais alta distinção honorífica que concede a OAB.

sexta-feira, 30 de outubro de 2020

(Imagem: Reprodução/Documentário Paulo Bonavides)

(Imagem: Reprodução/Documentário Paulo Bonavides)

Faleceu nesta sexta-feira, 30, o constitucionalista Paulo Bonavides aos 95 anos. O falecimento foi confirmado por sua sobrinha-neta, a deputada Federal Natália Bonavides, nas redes sociais.

(Imagem: Twitter/Reprodução)

(Imagem: Twitter/Reprodução)

Paulo Bonavides nasceu em Patos/PB e iniciou seus estudos jurídicos, em 1943, na Faculdade Nacional de Direito, da UFRJ. Durante a graduação, também realizou curso de extensão em Sociologia Jurídica na Harvard University.

O constitucionalista foi catedrático emérito da Faculdade de Direito da UFC - Universidade Federal do Ceará. Recebeu a medalha Rui Barbosa, a mais alta distinção honorífica que concede a OAB. Também foi o fundador e presidente do Conselho Diretivo da Revista Latino-Americana de Estudos Constitucionais.

Publicidade

No lattes de Bonavides, além dos títulos acadêmicos como a livre-docência, constam mais de 16 livros publicados, inúmeros textos em revistas e jornais dos quais é referência sobre Direito Constitucional, participação em bancas de comissões julgadoras.

Luto

O Conselho Federal da OAB decretou luto oficial por três dias. 

Em 2014, a OAB/CE homenageou Paulo Bonavides com um documentário sobre sua trajetória. Assista:

Homenagens

Ao homenagear Bonavides, o decano do STF, ministro Marco Aurélio, disse: "Mestre maior de tantos mestres":

"Paulo Bonavides, uma vida dedicada à Academia. Mestre maior de tantos mestres. A prata jamais o seduziu. Artífice do Direito na concepção técnica e humanística, sempre o tomando como a reger a vida em sociedade. Os ensinamentos ministrados são eternos."

Em seu Twitter, o ministro Alexandre de Moraes, do STF, afirmou que teve a "honra de conviver com o professor (...) Inteligente, humilde e extremamente dedicado a seus alunos":

(Imagem: Twitter/Reprodução)

(Imagem: Twitter/Reprodução)

O ministro do STF Luís Roberto Barroso rememorou a trajetória do constitucionalista:

(Imagem: Twitter/Reprodução)

(Imagem: Twitter/Reprodução)

O ministro Dias Toffoli falou da importância do constitucionalista para o Judiciário:

"Os livros de Paulo Bonavides introduziriam no país uma série de temas que eram centrais na doutrina alemã e norte-americana, ajudando a reconstruir o constitucionalismo após 1988. Grande parte da jurisprudência constitucional do Supremo Tribunal Federal inspira-se em suas teorias. Ele foi um jurista que conseguiu concretizar a célebre expressão 'o universal pelo regional'. Paraibano de Patos, cearense da universidade federal e jurista do mundo, reconhecido por tantos títulos de doutorado honorário no exterior. O Brasil perde um grande patriota', Dias Toffoli, ministro do STF e coordenador da 'Coleção Paulo Bonavides', da Editora Forense, ao lado do professor Otavio Rodrigues."

O ministro Edson Fachin enviou nota manifestando seu pesar:

"O professor Paulo Bonavides propiciou-me lições inesquecíveis de defesa da Constituição e da legalidade constitucional em todos os colóquios e eventos nos quais juntos estivemos, especialmente na Academia Brasileira de Direito Constitucional, além de encontros no Brasil e em Portugal. Guardarei para sempre a presença intelectual de quem marcou toda uma geração de juristas como constitucionalista e como cientista político. Sua memória por certo inspirará estudantes e estudiosos do porvir. Estamos todos de luto pelo passamento do professor Paulo Bonavides, hoje e sempre Mestre de todos nós."

O presidente do STJ, ministro Humberto Martins, também expressou seu pesar: 

"Paulo Bonavides foi um dos maiores constitucionalistas dos nossos tempos! Perde o Brasil um notável jurista e exemplo ético de cidadão. Tivemos vários encontros em Alagoas, oportunidade em que presidia a OAB! Permanecem suas lições e influência no campo jurídico, consagradas e ao mesmo tempo atuais, capazes de orientar os operadores do Direito nos desafios que se apresentam ao nosso país."

O AGU José Levi divulgou nota de pesar:

"O Direito Constitucional brasileiro perde um dos seus maiores expoentes. Ficam as numerosas obras e ensinamentos. Que esteja na Paz Eterna e que seus familiares tenham o conforto das melhores lembranças".

O presidente da OAB, Felipe Santa Cruz, se manifestou sobre a perda:

"O professor Paulo Bonavides, certamente um dos maiores constitucionalistas da história do nosso país, medalha Rui Barbosa, nos deixou hoje. É uma perda irreparável de um mestre excepcional, que foi responsável, ao lado de outros grandes juristas de sua geração, pelo protagonismo do Direito Constitucional, com um papel fundamental para o Estado Democrático de Direito. A nós, cabe agradecer pela belíssima contribuição do professor Bonavides à academia, à advocacia, ao direito e ao Brasil; e honrá-lo, defendendo os princípios que pautaram sua vida e sua trajetória como jurista."

O governador do CE, Camilo Santana, lamentou o falecimento:

(Imagem: Twitter/Reprodução)

(Imagem: Twitter/Reprodução)

 

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 4/11/2020 12:08

LEIA MAIS