domingo, 17 de janeiro de 2021

MIGALHAS QUENTES

Publicidade

Pandemia

Covid-19: Juíza suspende desconto de 30% em mensalidade de faculdade

Ao decidir, magistrada citou três decisões recentes do STF.

segunda-feira, 11 de janeiro de 2021

A juíza de Direito Tâmara Libório Dias Teixeira de Freitas Silva, da Bahia, suspendeu decisão que concedia desconto de 30% nas mensalidades de instituição de ensino superior em razão da pandemia do novo coronavírus.

(Imagem: StockSnap)

(Imagem: StockSnap)

O mandado de segurança foi impetrado pela instituição de ensino após o juízo da 3ª vara do Sistema dos Juizados da comarca de Vitória da Conquista ter concedido o abatimento de 30% no valor das mensalidades, até que as aulas voltem a ser presenciais.

A instituição alega que adaptou seu plano pedagógico para substituir as aulas presenciais por aulas remotas, nos termos das normas editadas pelo MEC, o que também demandou gastos adicionais com treinamento de professores e tecnologia para suprir as demandas dessa nova realidade educacional.

Ao avaliar o caso, a juíza Tâmara entendeu ser necessária a suspensão dos efeitos do ato impugnado.

"Importa registrar que o Supremo Tribunal Federal julgou inconstitucionais leis dos Estados do Ceará, do Maranhão e da Bahia que estabeleceram desconto obrigatório nas mensalidades da rede privada de ensino durante a pandemia da Covid-19. Na decisão, por maioria de votos, tomada na sessão virtual finalizada em 18/12/2020, foram julgadas procedentes três Ações Direta de Inconstitucionalidade (ADIs 6423, 6435 e 6575) ajuizadas pela Confederação Nacional dos Estabelecimentos de Ensino."

Publicidade

A banca Almeida e Lopes Consultoria e Advogados atua na causa.

  • Processo: 0006298-49.2020.8.05.0274

Leia a decisão.

 

 

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 11/1/2021 12:48