sexta-feira, 27 de novembro de 2020

MIGALHAS QUENTES

Publicidade

O juiz Thomas Malm foi empossado como o novo juiz titular do TRT da 15ª Região

terça-feira, 9 de outubro de 2007


TRT 15ª Região

Juiz Thomas Malm foi empossado como o novo juiz titular

Em breve e concorrida cerimônia, o juiz Thomas Malm foi empossado no início da tarde de ontem como o novo juiz titular do TRT da 15ª Região. O magistrado, que era titular da Vara do Trabalho de Cruzeiro e atuava como juiz substituto no Tribunal desde 1996, foi promovido pelo critério de merecimento, passando a ocupar a 36ª cadeira do Regional, que estava vaga desde a aposentadoria da juíza Irene Araium Luz, ocorrida em junho deste ano.

A cerimônia de posse do juiz Malm, conduzida pelo presidente da Corte, juiz Luiz Carlos de Araújo, contou com a presença do vice-presidente judicial, juiz Renato Buratto, e da corregedora regional, juíza Fany Fajerstein. Estiveram presentes, ainda, os magistrados do TRT Luís Carlos Cândido Martins Sotero da Silva, Olga Aida Joaquim Gomieri, Eduardo Benedito de Oliveira Zanella, Flavio Allegretti de Campos Cooper, Luiz Antonio Lazarim, José Pitas, Lorival Ferreira dos Santos, Fernando da Silva Borges, Vera Teresa Martins Crespo, Gerson Lacerda Pistori, Mariane Khayat e Gisela Rodrigues Magalhães de Araújo e Moraes.

Também prestigiaram o evento a presidente da Associação dos Magistrados da Justiça do Trabalho da 15ª Região (Amatra XV), juíza Ana Paula Pellegrina Lockmann, os juízes de primeira instância Wilson Pocidonio da Silva, juiz auxiliar da Presidência, Andrea Guelfi Cunha, magistrada auxiliar da Vice-Presidência Judicial, Luiz José Dezena da Silva, juiz auxiliar da Corregedoria, Francisco Alberto da Motta Peixoto Giordani, titular da VT de Campo Limpo Paulista, Samuel Hugo Lima, titular da VT de Hortolândia, Ricardo Regis Laraia, titular da 1ª VT de Paulínia, e Maria Inês Correa de Cerqueira Cesar Targa, titular da 2ª VT de Paulínia, além de familiares, amigos e servidores que trabalham com o empossando.

O presidente Luiz Carlos saudou o novo integrante da Corte expressando sua alegria de receber pessoa tão competente e querida. Advertiu-o, porém, de que a tarefa ora assumida é árdua, mas que a Presidência estará sempre à disposição para ajudar o magistrado no que for necessário.

O juiz Thomas Malm, por sua vez, disse estar muito feliz com a presença de todos e comprometeu-se a contribuir cada vez mais para firmar o nome do Tribunal entre os melhores do País. O magistrado passará a integrar a 1ª Seção de Dissídios Individuais e a 8ª Câmara do Tribunal.

Atuação jurídica e associativa

Thomas Malm é carioca, bacharel em Ciências Jurídicas pela Faculdade de Direito da Pontifícia Universidade Católica (PUC) do Rio de Janeiro. Em 1989, aprovado em concurso público, tomou posse como juiz do trabalho substituto da 15ª Região. Já em 1991 tornou-se juiz presidente da 1ª Junta de Conciliação e Julgamento (JCJ - nome dado à época às atuais Varas do Trabalho) de Ribeirão Preto e, dois anos depois, assumiu a presidência da JCJ de Cruzeiro. Desde 1996 tem atuado como juiz substituto (convocado) do TRT.

O magistrado também se destaca por sua atuação à frente da Amatra XV, da qual foi secretário (1989-1990), diretor cultural (1993-1994) e vice-presidente (1994-1995), e da Associação dos Magistrados do Brasil (AMB), da qual foi diretor adjunto de Comunicações (1992-1993).

______________________

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 9/10/2007 08:30