quarta-feira, 28 de outubro de 2020

MIGALHAS QUENTES

Publicidade

TJ/SC - Banco não indeniza cliente que fornece senha para terceiros

A 3ª Câmara de Direito Civil do TJ, em matéria sob a relatoria do desembargador Marcus Tulio Sartorato, manteve sentença da Comarca de Itajaí que negou os pedidos formulados por S. dos S. em face do Banco Bradesco.

segunda-feira, 15 de dezembro de 2008


******

TJ/SC - Banco não indeniza cliente que fornece senha para terceiros

A 3ª Câmara de Direito Civil do TJ, em matéria sob a relatoria do desembargador Marcus Tulio Sartorato, manteve sentença da Comarca de Itajaí que negou os pedidos formulados por S. dos S. em face do Banco Bradesco.

A autora requereu o cancelamento de empréstimos bancários realizados em seu nome pelo irmão, no valor total de R$ 1.070 mil, além da condenação do banco ao pagamento em dobro dos valores cobrados indevidamente e mais indenização por danos morais.

Consta nos autos que ao dar pela falta do cartão de crédito, S. solicitou seu cancelamento. Após consulta realizada no sistema bancário, entretanto, descobriu a realização de dois empréstimos e tentou resolver o problema com seu gerente. Na oportunidade, constatou-se que a transação foi realizada pelo seu irmão, que havia furtado o cartão um mês antes do efetivo cancelamento.

O Bradesco salientou que para efetuar empréstimos, além do cartão, são necessárias duas senhas de acesso ao sistema - informações que estavam em poder do familiar da cliente.

Com base nas provas apresentadas, o relator do processo afastou qualquer conduta ilícita da instituição bancária, uma vez que todos os documentos e senhas para a transação foram apresentados. Ressaltou que os códigos de acesso, em momento algum, poderiam ser transferidos a terceiro. A decisão foi unânime.

  • Apelação Cível n. 2008.069755-3

_________________

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 15/12/2008 08:33