terça-feira, 27 de outubro de 2020

MIGALHAS QUENTES

Publicidade

Estudos e Pareceres - Direito do Petróleo e Gás

O CEDPETRO - Centro de Estudos Avançados e Pesquisas em Direito do Petróleo

quarta-feira, 1 de dezembro de 2004

 

Estudos e Pareceres - Direito do Petróleo e Gás

 

 

 

 

 

 

O CEDPETRO - Centro de Estudos Avançados e Pesquisas em Direito do Petróleo - convida para o coquetel de lançamento da obra coletiva coordenada por Marilda Rosado

 

 

ESTUDOS E PARECERES DIREITO DO PETRÓLEO E GÁS

 

 

O evento será realizado no dia 3/12, a partir das 17h, na sede da FIRJAN, na avenida Graça Aranha, nº 1, 13º andar - Centro - Rio de Janeiro / RJ. Mais informações: (21) 2587-7259 ou secretaria@cedpetro.org.br.

 

 

 

 

 

 

Livro traz 35 pareceres sobre Petróleo e Gás

 

Os diversos e complexos temas que envolvem a área de petróleo e gás no Brasil foram analisados por um grupo de 35 renomados advogados e juristas, entre eles, o presidente do STF, Nelson Jobim. O resultado foi o livro "Estudos e Pareceres - Direito do Petróleo e Gás" (Livraria e Editora Renovar), organizado pelo Centro de Estudos Avançados e Pesquisas em Direito do Petróleo (Cedpetro), da Faculdade de Direito da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj).

 

O livro, coordenado pela diretora do Cedpetro, Marilda Rosado, professora de Direito Internacional Privado da Uerj, será lançado na próxima sexta-feira, na Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan), na avenida Graça Aranha, 1, 13o. andar, Centro.

 

Luiz Antonio Lemos, sócio da área de petróleo e gás de Tozzini, Freire, Teixeira e Silva Advogados no Rio, faz parte do grupo de autores de "Estudos e Pareceres - Direito do Petróleo e Gás". Em seu artigo, Lemos trata da indústria de transporte de gás no Brasil. Ele aborda os aspectos regulatórios, contratuais e econômicos que precisam ser equacionados para a implantação de uma atividade que se encontra ainda em seu nascedouro, e que será fundamental para mudar a matriz energética no país, propiciando maior segurança no fornecimento de energia e reduzindo os custos dos diversos segmentos industriais que utilizam essa matéria prima como insumo para sua produção.

____________

 

 

 

 

 

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 1/12/2004 09:49