quarta-feira, 3 de março de 2021

MIGALHAS QUENTES

Publicidade

Especialistas defendem no Senado monitoração integrada do Cerrado, uso de tecnologia e controle da agropecuária

Os desafios da conservação do Cerrado, as pesquisas e produções cientificas voltadas para a região e as especificidades do bioma foram os principais temas abordados no seminário "O Cerrado é Nossa Casa", realizado ontem, 29/9, nas dependências do Interlegis, no Senado.

quarta-feira, 30 de setembro de 2009


"O Cerrado é Nossa Casa"

Especialistas defendem no Senado monitoração integrada do Cerrado, uso de tecnologia e controle da agropecuária

Os desafios da conservação do Cerrado, as pesquisas e produções cientificas voltadas para a região e as especificidades do bioma foram os principais temas abordados no seminário "O Cerrado é Nossa Casa", realizado ontem, 29/9, nas dependências do Interlegis, no Senado.

A necessidade de preservação do Cerrado e de controle das atividades na região foi ressaltada pela senadora Serys Slhessarenko (PT/MT) na abertura do seminário, pela manhã. Ao apresentar um sistema de monitoramento sistemático do bioma, o coordenador do Laboratório de Processamento de Imagens e Geoprocessamento da Universidade Federal de Goiás (UFG), Laerte Guimarães Ferreira, alertou para o desmatamento na região e reforçou a urgência de um combate a essa prática por parte de autoridades e da sociedade civil. O uso da tecnologia em ações e mecanismos sustentáveis também foi defendido pelo professor da UnB, Mercedes Bustamante.

À tarde, o pesquisador da Embrapa José Felipe Ribeiro, coordenador do projeto Conservação, Manejo da Biodiversidade do Bioma Cerrado, também destacou a importância de uma ação conjunta entre órgãos do governo, instituições de pesquisa e sociedade para a solução dos problemas do Cerrado. Conforme lembrou o pesquisador, "não há mágica" para a preservação nem se trata de trabalhos a serem desenvolvidos "em retas paralelas que não se encontram".

O pesquisador Eustáquio José Reis, do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) destacou o potencial de desenvolvimento da Região Centro-Oeste a partir de atividades agropecuárias, mas ressaltou a importância de se pensar "nas gerações futuras". Ele também apresentou um histórico da agricultura no país e destacou fatosque impulsionaram a economia brasileira, como a mecanização da produção.

A consultora legislativa Carmen Scavazzini explicou como funciona a tramitação de propostas de emenda à Constituição, em referência à PEC que institui o Cerrado como patrimônio nacional (PEC 115/95).

O evento é uma iniciativa do programa Senado Verde e contou com a participação de autoridades e especialistas no assunto. O seminário também é uma homenagem à professora e pesquisadora da UnB Jeanine Maria Fragg, reconhecida pela defesa do meio ambiente, particularmente do Cerrado. Uma exposição dos trabalhos da Embrapa Cerrados está instalada no espaço Senado Galeria até o dia 2/10.

________________
________

Fonte : Senado

________
________________

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 30/9/2009 08:28